Normas para resumo simples

Os resumos deverão ser em português e devem conter as seguintes informações nessa ordem e em parágrafos separados:
Título: deve ser conciso e explicativo, representando o conteúdo do trabalho, não excedendo a 15 palavras, em fonte Arial 12 (negrito), centralizado, sendo apenas a inicial do título e de nomes próprios em letras maiúsculas.
Autores: em fonte Arial 12 (sem negrito e sem itálico), deve(m) constar o(s) nome(s) do(s) autor(es) do trabalho, com o último sobrenome em letras maiúsculas seguido de vírgula, o primeiro nome por extenso com apenas a inicial em maiúscula e as iniciais dos demais sobrenomes abreviadas com ponto (ex. DARWIN, Charles R.). Os nomes de diferentes autores devem estar separados por ponto e vírgula (ex. DARWIN, Charles R.; ARAÚJO, Andrea O.).
Instituições e endereços: as instituições dos autores devem ser apresentadas em fonte Arial 12 (itálico), com as seguintes informações: Instituição, Departamento/Centro, Endereço (Logradouro, CEP, Cidade, Estado, País). O endereço eletrônico do primeiro autor deve vir após estas informações.
Apoio financeiro: caso houver apoio financeiro, este deve aparecer logo após os endereços, através de acrônimos (ex.: FAPESP)
Corpo do texto: O texto deve ser apresentado em um só parágrafo, justificado, com um máximo de 400 palavras em espaçamento simples, fonte Arial 12, margens 3,0 cm.
Palavras-chave: Incluir três palavras-chave relacionadas com o trabalho mas que não estejam no título, separadas por uma vírgula.
Não devem ser citadas referências bibliográficas.

Modelo

Análise do uso do mergulho recreativo como ferramenta de estudos científicos e manejo
SANTOS, Maria C.J.1,*; DARWIN, Carlos R.2
1 Logradouro, CEP, Cidade, Estado, País
2 Logradouro, CEP, Cidade, Estado, País
* celina_santos@hotmail.com
Apoio financeiro: FAPESP
A popularização do mergulho tem colaborado com a intensificação de seu uso em projetos científicos nos últimos anos. Adicionalmente, a rápida evolução e barateamento de métodos e ferramentas de pesquisa com mergulho têm contribuído para coleta de dados cada vez mais rápida e precisa. Atualmente, mais de vinte definições do conceito existem na literatura especializada. Para apresentar uma perspectiva evolutiva da natureza, o real significado de homologia precisa ser discutido nas aulas de biologia, enfatizando as diferenças entre características herdadas do ancestral comum mais recente e aquelas similaridades possivelmente herdadas de ancestrais muito mais antigos. De algumas espécies e comparados com o observado pelo pesquisador/controle que efetuava a mesma operação, totalizando 120 questionários. Os resultados indicam não haver diferenças estatísticas significativas entre as observações dos mergulhadores recreacionais e os controles. Assim, a utilização das informações fornecidas por mergulhadores recreacionais pode ser muito útil, constante e barata. Porém precisa ser testada sistematicamente para que sejam definidos os limites e possíveis contribuições.
Palavras chave: Evolução, mergulho-científico, turismo cientifico.